Articles

Todos os PSYs!

olá,

Eu só queria que você saiba que você não é o único a ter esse tipo de grande preocupações. Pode ajudar a sentir menos sozinho … É por isso que eu caí no seu post porque estava procurando por pessoas que sofrem com as mesmas coisas que eu.

Eu também tenho 26 anos. Quanto ao meu curso “psicológico”, sempre fui um muito sonhador, muito simpático, engraçado, atencioso, amigável … Eu sou gentil de pensar muito sobre o mundo também, na nossa natureza, no universo em que nós são …

Eu comecei a sofrer com a minha primeira fobias de pulso aos 18 anos de idade. Eu pensei que pensei sobre isso louco. Foi realmente horrível. Medo de danos, com medo de matar, com medo de cuspir nas pessoas na rua … Eu sofri muito mais do que não faz parte da minha natureza. Como eu disse acima, sou alguém que não pensa muito raramente com o mal (boa às vezes acontece comigo, é saudável, solta de vez em quando ^^) Mas eu odeio a injustiça e sou muito sensível.

Minhas fobias de pulso continuaram, sempre por período. Eu poderia passar mais de um ano sem qualquer fobia, mas estes poderiam voltar de um momento para outro e apodrecer minha vida por alguns meses.

Hoje, tenho a impressão de que minha “doença” evoluiu e mudou e está com medo o suficiente. De fato, agora tenho uma fobia mais “global” que tenho problemas para analisar. Foi o medo de não ser mais capaz de me controlar durante a noite, o medo de peidar um cabo, o medo de mim … Eu tenho 24/24 uma espécie de terror em mim, c “foi como uma pequena voz me disse que Eu era um monstro. É como uma ansiedade de existência … Então, às vezes me dá tonto, quero explodir, morrer, para voar para longe, fugir … mas estou trancado.

é como Eu estava em uma prisão mental e minhas ansiedades me absorvera totalmente.

Bem, o que é engraçado é que este estado aparece apenas durante períodos de férias, ou inactividades … como eles apareceram quando eu estava em incerteza, Em dúvida … quando trabalho, eles desaparecem completamente e eu retoma minha vida normal! É realmente estranho esse mecanismo … mas de repente eu sinto que nunca seria feliz, é muito terrível.

Então, eu sou alguém de forte, eu amo a vida e me recuso a vê-la mimada Por ansiedades que vão além de mim e que estão muito assustados … Então eu decido ao meu nível para pegar braços, e avançar como posso … Acho que temos que aprender acima de tudo para ser gentil consigo mesmo, perceber que Nós não controlamos tudo e podemos ser vulneráveis.

Eu teria tantas outras coisas para dizer sobre este assunto … mas eu tenho que realmente girar (eu tenho que ir de férias para as férias) ^^ e como de costume, eu vou esconder meu sofrimento e ninguém vai ver apenas fogo, enquanto no interior eu realmente sofrer muito …

acroche você e dizer que você não é o único . Cada um do nosso lado vivemos coisas semelhantes e vamos lutar por um dia eles desaparecerem.

Eu acho que se colocarmos um pouco auto-dependente em nossos medos, já seria um primeiro não 🙂

Então boa sorte para a aceitação da sua homossexualidade, passei a capa 10 anos atrás (eu fui ganho cedo), mas sei que às vezes é realmente não é fácil!

boa sorte para você e pode ser o próximo 🙂

jo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *